Pergaminhos das Muitas Estórias #1

Como prometido uma das várias novidades que estão chegando aqui na Toca do Bodão. O texto de Rafael Lima conta o início da aventura a qual narrou a algum tempo e resolveu postar aqui para todos darem uma olhada na sua campanha.

Pergaminhos das Muitas Estórias é uma série feita por vocês para vocês. Ela visa mostrar as varias aventuras dos mestres e jogadores das mesas perdidas de RPG. Caso deseja colocar uma história sua aqui na Toca para as pessoas basta enviar um e-mail para tocadobodao@gmail.com com o assunto Pergaminhos, seu texto será devidamente revisado e postado aqui na Toca todas as quartas feiras

Tales of Anduria

Capítulo 1 – O Início de uma Longa Jornada

A aventura começa com uma carroça carregada de vinho guiada por uma Halfling chamada Lessa. O tio da jovem moça havia pedido para ela levar a mercadoria para a taverna do seu pai na cidade de Cerpa, mas como ela levaria uma semana de viagem saindo de Farlip, o tio da jovem Halfling contratou alguns aventureiros para escoltar a carroça. K’ruim o elfo ladino, Levi o humano mago, Müßel a humana Sacerdotisa de Pelor e o anão guerreiro Thurock.

Após dois dias de viagem os aventureiros passaram se conhecer melhor, mas muitas de suas histórias ainda permaneceram em segredo. Thurock e K’ruim ganharam a amizade de Lessa, sua simpatia e a curiosidade da uma jovem Halfling cativou à ambos. A caravana estava a um dia de uma pequena vila chamada Dolpa onde iriam fazer uma parada para reabastecer seus suprimentos e descansarem em uma cama macia. Com pressa, os viajantes decidiram seguir noite a dentro sem parar, Lessa estava insegura com isso pois as estradas trilhavam eram conhecidas por seus grupos de salteadores que subjugavam caravanas mercantis.

Durante a noite do segundo dia Müßel ouviu algo estranho vindo da escuridão, eram risadas histéricas. Após uma flecha atingir a caravana os aventureiros perceberam que estavam sendo seguidos por um grupo de Gnols, hienas humanoides ágeis, violentas, velozes e com grandes presas que estavam perseguiram a carroça. Assustados os aventureiros decidiram pôr os cavalos da carroça a correrem o máximo que podiam. Isso fez com que o Gnol que empunhava o arco guardasse a arma para conseguir correr em suas quatro patas. A carroça estava muito rápida, mas pesada, o que fez com que os gnols voltassem a se aproximassem da carroça. Levi criou a ilusão de um dragão de cima da carroça em movimento, mesmo com dificuldades em manter a concentração para que sua conjuração fosse possível, mesmo com o fato da carroça estar em alta velocidade, ele obteve sucesso. O dragão que o mago criou foi capaz de enganar e assustar um dos gnols, fazendo ele tropeçar durante sua corrida e ficar para trás, contudo, os outros dois perceberam que aquilo não passava de uma ilusão e continuaram perseguindo os viajantes.

Ao chegar perto da carroça um dos gnols, que empunhava uma lança tentou acertar K’ruim, mas não teve sucesso. A outra criatura, armada com uma maça, tentou agarrar Thurock, mas não contava com a força do machado do anão que decepou o braço do perseguidor. Contudo, Levi acaba sendo acertado por uma flecha no meio de seu peito que o faz cair da carroça, ficando gravemente ferido. Seus companheiros, não pensaram duas vezes e pararam a carroça assim que viram seu companheiro cair, mas eles não imaginavam que essa violenta freada fosse capaz de projetar o anão para frente, arremessando ele para fora da carroça com violência o deixando ferido.

A batalha agora acontecia no meio da estrada, com apenas a luz da lua e das fracas chamas que vinham das tochas da carroça. Os dois gnols foram derrotados facilmente por K’ruim e Müßel. Mas a surpresa foi quando Lessa apoiou sua Besta de Guerra na carroça e com um tiro preciso abateu o Gnol arqueiro que vinha em direção a eles. Com o termino da batalha Müßel com a força de seu deus Pelor, o senhor da luz, trouxe a vida o mago que foi gravemente ferido. Sobrepondo suas mãos em cima do ferimento de Levi, a sacerdotisa fez surgir uma grande luz que iluminou ainda mais a estrada, fazendo a ferida de seu companheiro se fechar. K’ruim e Thurock pegaram os pertences dos Gnols ladrões, algumas moedas, pedras preciosas e um colar. Thurock deu o colar para Lessa que estava muito assustada com tudo que acabara de acontecer.


Após isso, o grupo seguiu seu caminho para Dolpa…

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s