Pergaminhos das Muitas Estórias #2

Essa semana continuando a aventura de Rafael Lima!

Pergaminhos das Muitas Estórias é uma série feita por vocês para vocês. Ela visa mostrar as varias aventuras dos mestres e jogadores das mesas perdidas de RPG. Caso deseja colocar uma história sua aqui na Toca para as pessoas basta enviar um e-mail para tocadobodao@gmail.com com o assunto Pergaminhos, seu texto será devidamente revisado e postado aqui na Toca todas as quartas feiras.

Tales of Anduria

Capítulo 2 – Um Novo Artista em Dolpa

Ao chegar em Dolpa, a pequena vila que fica as margens da longa estrada que vai até Cerpa e que serve como ponto de descanso para caravanas mercantis e viajantes, os aventureiros deixam seus cavalos no estábulo, onde são atendidos por um jovem halfling chamado Guri que criou uma afeição por K’ruim, logo após deixarem a carroça no deposito da cidade, um grande galpão protegidos por guardas imperiais bem armados. Logo em seguida os viajantes foram para a taverna beber e se alimentar.

Lessa ficou surpresa pois Dolpa sempre foi uma vila pequena mal estruturada, esquecida pelas pessoas e durante o caminho até a taverna viu que estavam fazendo reformas e novas construções na cidade. A taverna As Três Donzelas estava muito movimentada no momento em que chegaram lá, mas uma coisa chamou a atenção, o coro de homens bêbados levantando suas taças de cervejas, cantando: “Vicent é um bom companheiro! Vicent é um bom companheiro! Ninguém pode negaaar!” enquanto apontam para um halfling de cabelos loiros com um chapéu azul na cabeça, sempre sorridente e carismático, ao lado dele, quatro homens enormes que visivelmente eram seus seguranças. K’ruim, buscando mais informação sobre aquele que, aparentemente, todos dessa cidade adoravam, vai até o balcão da taverna onde é atendido por uma anã muito parecida com as outras duas que serviam os demais clientes. Frida, a jovem anã atendente, diz a K’ruim que aquele é Vicent de Sanzio, um artista que trouxe vida a Dolpa novamente, suas esculturas super-realistas trouxeram pessoas ricas em Dolpa e fez movimentar o comércio local, melhorando muito a economia e a qualidade de vida da pequena vila.

    Após K’ruim ter conversado com Frida, um halfling de cabelos verdes saltou de forma habilidosa no banco ao lado e logo Isabela, irmã de Frida, o serve uma caneca de cerveja como se ele fosse uma personalidade conhecida da cidade. Ele se virou para K’ruim e se apresentou, enquanto fazia um truque de mágica com algumas esferas, fazendo-as sumir e distraindo K’ruim. Seu nome era Leonel Roper, o Negociante Ambulante, ele falou sobre o aparecimento do senhor Sanzio na cidade e de suas esculturas magníficas e o convidou para ir ver seus produtos que estava vendendo.

    K’ruim não ficou interessado, pois queria era conseguir dinheiro e para isso conversou com Levi para que tramassem algo juntos para roubar alguém na taberna. K’ruim e Levi então fingiram estar muito embriagados e quando procuraram o mais bêbado dos homens que parecia ter algo de valor, encontraram um senhor gordo com sua camisa molhada de cerveja e suja de molho, mas com uma bela e volumosa bolsa em seu sinto. A dupla se aproximou do homem, conversaram e enquanto Levi o distraia K’ruim pegou a bolsa e “caiu” pela janela por causa de sua suposta bebedeira. Durante o salto pela janela, o anão esconde a bolsa roubada em sua capa, Levi então vai ajudar seu amigo que de tão bêbado já estava caindo pelas janelas, ao “ajuda-lo”, ele aproveita para ver o que tinha na bolsa: algumas moedas de ouro e um relicário com uma foto de uma mulher nele. Muito esperto, K’ruim volta ao homem dizendo que tinha encontrado um relicário no chão e que se, por algum acaso, ele saberia de quem pertencia. O homem fica extremamente agradecido, pois aquela no relicário era sua esposa e aquele era o símbolo de seu casamento.

   Antes da taberna começar a diminuir seu movimento, Vicent sobe em uma das mesas e convida a todos que estão ali presente a irem em sua exposição no dia seguinte no Ateliê Bela Pedra, que fica em sua casa, para ver suas novas esculturas. Lessa é fascinada por arte e insiste ao grupo que a acompanhem neste evento.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s