Evitando aventuras maçantes – Meu caso

Uma percepção, importante ao meu ver, para todo o público do RPG de mesa, é que os aventureiros não precisam salvar o mundo a cada aventura, ás vezes o pouco já é suficiente para muita diversão.

Meu caso

Admito que eu já tinha lido vários textos falando sobre o assunto, mas em minha campanha mais recente, não pude me conter, acabei por imaginar uma campanha super épica para meus aventureiros, mas a campanha era de level alto e resolvi escrever aventuras precedentes à minha campanha épica. Até aí tudo bem, mas quando fui levar pra mesa, percebi que minha campanha estava se tornando maçante, meu anseio por chegar logo até a parte que eu tinha imaginado de maneira épica, acabou atropelando o restante das aventuras e fez a aventura não ser tao divertida quanto tinha potencial para ser.

batalha_contra_orcs
Combate, combate e mais combate

A questão é que não podemos nos deixar levar pela vontade de narrar algo em específico e assim perder o “time” do jogo, às vezes os players não querem, não podem ou não estão prontos para aquela campanha fantástica, e basta sermos pacientes para não repetirmos os erros.

Aventuras cotidianas

Goblins - Skylab
Goblins podem ser um desafio válido

Querer que toda aventura sua seja épica, pode trazer diversos problemas para a mesa, e até mesmo gerar o tão visto “efeito dragon ball” que faz com que grande parte da progressão da história perca o sentido. Enfrentar goblins ou resgatar gatos de árvores não precisa ser tão simples e chato quanto você pensa, se bem trabalhadas, ambas podem se tornar fantásticas aventuras que seus players poderão gostar mais até mesmo do que uma aventura para enfrentar um dragão.

Efeito Dragon Ball

Db-villains
sempre o mais forte

O efeito dragon ball é caracterizado por aventuras em que você sempre enfrenta o ser mais poderoso do universo, mas com o tempo tudo isso vai perdendo o sentido. Você acabou de enfrentar o vilão de toda sua campanha, aquele que tinha poderes para destruir o mundo, o mais forte dentre todos os inimigos, e de repente aparece um outro inimigo ainda mais poderoso para você enfrentar, o problema é que ele surge do nada e até então ele nem havia sido visto em qualquer lugar, como alguém tão poderoso e maligno nunca havia sido percebido antes? Você pode contornar todos esses problemas com estratégias narrativas, mas tem que se atentar para não cair no loop de a cada semana enfrentar o inimigo mais poderoso do universo, se não os desafios podem acabar.

Anúncios

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s