O suicídio e sua relação com o mundo geek

Dessa vez trago aqui um tema muito relevante, mas um pouco fora do momento principal. Eu teria escrito essa matéria antes, mas setembro é um mês complicado para mim. Então falaremos em duas matérias sobre o suicídio, o rpg e a cultura geek.

Eu sei que existem muitos casos de pessoas com depressão e/ou tendências suicidas que foram salvos pelo rpg de mesa e conseguiram dar uma volta por cima por aí, mas esse não é o enfoque dessas matérias.

Antes de tudo eu gostaria de lembrar que o suicídio pode ser uma escolha consciente e bem pensada, mas na maioria das vezes não é isso que encontramos. A maioria dos casos consiste em suicídio por desespero e falta de perspectiva de melhora, essas pessoas precisam de ajuda e nós devemos fazer de tudo para salvá-las da situação pela qual estão passando.

O suicídio no mundo geek

large.png

O mundo geek nos traz obras diversas com temas, pensamentos e significados diversos, incitando sentimentos dos mais variados e com mensagens ou lições que ficam guardadas no nosso imaginário coletivo. E em algumas dessas obras nos damos de cara com o tema do suicídio, um tema de certo polêmico, mas que tem sim a necessidade de ser debatido e explorado.

Em obras que relatam momentos ou acontecimentos reais e históricos, é inevitável a presença do suicídio em algumas delas, como aviões kamikazes em filmes de segunda guerra, o harakiri de samurais ou o suicídio de Alan Turing, portanto vamos focar no outro lado da questão, obras de cunho fictício em que a presença do suicídio foi uma escolha dos criadores e produtores do conteúdo.

Filmes, jogos, séries, livros, músicas e praticamente todo o resto, o suicídio é um tema altamente explorado e ainda assim pouco debatido nas mídias em geral, o que o faz ser tão cativante ou mesmo procurado, como nós veremos abaixo.

O suicídio como escape

13goethewerthergranger.crop_714x536_94,24.preview
Werther

O romantismo foi um movimento literário surgido em meados do século XVIII na Europa. Uma das principais características que podemos notar na segunda fase deste movimento literário é o apreço por temas controversos e a idealização do suicídio como forma de escapar de todos os problemas, visão que até hoje em dia se mostra bastante presente entre pessoas com tendências suicidas.

No romance “Os Sofrimentos do Jovem Werther” do escritor Johann Wolfgang von Goethe, encontramos bem um retrato de tal perspectiva mediante um amor inalcançável.

E de fato em momentos em que estamos completamente desesperados, muitas vezes o suicídio parece ser a única fonte de salvação, mas o mais importante é mostrar para as pessoas em necessidade de que existem sim outras soluções para os problemas que elas enfrentam.

Já quando olhamos para o universo geek, os motivos que levam ao suicídio se multiplicam, o suicídio chega a ser visto como nobre em diversos ambientes, o suicídio para salvar alguém, o suicídio como redenção, esses são temas pertinentes ao universo geek e que em um proxímo post iremos adentrar com calma.

A romantização do Suicídio

kurt-cobain-nirvana

A romantização do suicídio vem então nesse momento através das muitas obras que contemplam o tema. Quando se pensa em suicídio na cultura pop, logo temos em mente o suicídio frequente de figuras públicas, sejam músicos, escritores, pintores ou outras esferas da arte.

O fato é que muitos desses nos apresentam verdadeiras odes ao suicídio, enquanto outros apenas passam pelo tema.

Obras audiovisuais com citações a suicídio:

  • Laranja Mecânica
  • Dark
  • Cemitério maldito
  • 47 ronins
  • Monty python e a vida de Brian
  • Game of Thrones
  • Os 13 porquês
  • South park
  • Rick and morty
  • Tom and jerry
  • As vantagens de ser invisível
  • The End of The Fucking World

Literatura com citações a suicídio:

  • Preacher
  • Os sofrimentos do jovem Werther
  • Os 13 porquês
  • As vantagens de ser invisível
  • Agosto
  • Convergence
  • Adeus dor estranha número 28
  • Pobre Liza
  • Romeu e Julieta
  • Dom Casmurro
  • Veronika Decide Morrer
  • Anna Karenina

Músicas com citações a suicídio:

  • Last Resort – Papa Roach
  • Pulsos – Pitty
  • Suicide Solution – Ozzy Osbourne
  • Gloomy Sunday – Billie Holiday
  • I Think I’m Going To Kill Myself – Elton John
  • Needle In The Hay – Elliott Smith
  • Can’t Stand Losing You – The Police
  • Stan – Eminem
  • Everybody Hurts – R.E.M.
  • Suicídio – Cazuza
  • Fade To Black – Metallica
  • The Reasons Why – The Cure
  • Dirge For November – Opeth
  • Beber Até Morrer – Ratos de Porão

Em algumas dessas obras o suicídio tem destaque real e chega até mesmo a ser o foco da história a ser contada, tal atitude de tirar a própria vida gera inúmeros debates dos mais variados e portanto, se mostra um ótimo tema a ser explorado, principalmente em obras com tom existencialista.

A problematização

Semtítulo1-860x484

Muitos são aqueles que apontam ligações entre o suicídio e as influências midiáticas, por essa causa a maneira como o suicídio é apresentado, debatido ou informado, normalmente passa por uma série de medidas e cuidados visando evitar incitações ao suicídio. De livros a músicas, o contato de alguém com o tema hoje em dia é bem mais amplo. Pesquisas mostram uma taxa de aumento do suicídio ao redor do mundo, mas uma conscientização sobre a luta contra a depressão e outros fatores decisivos também vem evoluindo.

O ponto é que mesmo que alguém afirme que o simples contato de alguém com o tema pode levar ao ato final, não podemos tomar isso como verdade em 100% dos casos. A exposição pode sim levar alguém a ter ideias e impulsionar atitudes drásticas, mas na maioria dos casos, essas pessoas já tinham uma série de problemas que as levaram ao destino fatal. A obra por si só não torna alguém suicida na maioria dos casos, mas uma pessoa com transtornos e ideação suicida vai buscar coisas relacionadas em ampla escala, assim aumentando seu contato com o tema. Aqui a causa e efeito estão relacionados em uma escala cíclica que retroalimenta a sua exposição pessoal ao suicídio.

O fato é que não podemos culpar 100% a mídia pelos casos de suicídio, o suicídio é um tema polêmico que precisa ser mais debatido e combatido socialmente, dialogar e questionar é necessário, mas sempre tomando os maiores cuidados possíveis, pois mesmo que a mídia não seja a culpada, agir sem cautela pode ser fatal, estamos lidando com vidas diversas, com seus mais únicos detalhes, qualquer medida que previna um cenário pior é importante.

Se você conhece alguém que precisa de ajuda, o recomendado é a procura de um psicólogo ou psiquiatra e em casos de extrema urgência o telefone do cvv pode ser de grande ajuda.

Cvv: 188

Links:

Adeus Dor Estranha Número 28

CVV

Tabu, suicídio é tema fértil de séries, livros e músicas – A Tribuna

Mídia e Suicídio – Digitais PUC-Campinas

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s