Mestrando campanhas para vilões

Como muitos devem ter percebido, meu sistema favorito é Tormenta e já tenho alguns anos mestrando este cenário tão vasto e incrível. Mas fora a babação de ovo pro Tormenta, hoje eu vou falar sobre a minha mesa, os meus players e como aproveitar o fato deles todos não terem almas.

Minha mesa e meus players

9c319aadfb04c8eacbcfb2b41d364cb8
Tem player que adora ver o mundo pegar fogo

Por algum motivo, todo mundo que eu atraio na minha vida é pau no cu gosta de ver o mundo pegar fogo, e na minha mesa não seria diferente. Meus jogadores normalmente só variam entre três alinhamentos: True Neutral, Chaotic Neutral ou Chaotic Evil. Eu tinha um jogador que era mais alinhado pro Lawful Good, mas com o tempo ele não aguentou, foi tanta pressão psicológica que ele se corrompeu, sério. Eu admito que eu tive culpa em parte, adorava me aproveitar da bondade dele na mesa, muitas vezes o torturei psicologicamente, mas no final deu tudo certo, agora a mesa tá mais unida.

cfc3653e154f70cf87b66eac1fd27eb8
Elfos negros

Mesmo eu tendo começado outra mesa com outros jogadores, as tendências são iguais às da minha mesa original, tenho uma dupla de elfos negros que adoram matar todo elfo que veem pela frente. As tendências só mudam quando eles precisam de uma tendência diferente para criarem um personagem mais forte, e acho justo, nada mais maligno do que trocar todos os seus valores apenas para ganhar poder. E nessa onda de ser mais forte e rico, eu consigo conduzir uma mesa full evil sem muitos problemas, é claro que eles matam inocentes, é claro que eles se aproveitam da situação sempre que podem e é claro que eles fazem coisas que fariam com que qualquer pessoa de fora que passe pela nossa mesa acredite que ali temos uma série de psicopatas sádicos, mas todo mundo se diverte.

Mesa e aventura com vilões

lobo-warner-dc-michael-bay-filme_f
Lobo, O Maioral

O bom é que meus jogadores tratam de não deixar explícito que são maus, eles matam, roubam e quando são pegos se fazem de inocentes até fugir ou matar quem os persegue. Tem histórias que acompanham anti-heróis e são fantásticas, o Lobo, inclusive, é um dos meus personagens favoritos. Mas aqui o nível é jogar campanhas onde seus jogadores são de fato vilões, é um esquadrão suicida com liberdade total e requintes de crueldade.

Overlord-III-anime-poster-promocional-cropped-destaque
Overlord

Hoje temos exemplos bem mais conhecidos na mídia onde o vilão é o protagonista, destacando aqui Overlord com sua história fantástica. O fato é que esse tipo de história tem um espaço na mídia e muito a explorar, portanto, defenderei e auxiliarei a todos que desejarem conduzir aventuras com seus amigos doentes vilões.

Como mestrar uma mesa com vilões

Normalmente tem alguns que vão preferir poder e outros que só vão querer o caos, então vou dar algumas ideias para cada um dos casos.

3f82aff216fe5e15020d71c6402bf223
Eu

No caso de jogadores que buscam o poder ilimitado, é bem fácil controlar as aventuras, basicamente eles serão aventureiros comuns, irão buscar ouro, recompensas, posições sociais elevadas e poder em sua forma bruta (níveis). Aqui o segredo é deixar claro pra eles que se eles forem descobertos fazendo algo errado, vão ser caçados por todos que sabem a verdade e assim eles logo ficarão fodidos em maus lençóis. Além da aventura comum (que não vai ser tão comum assim), outro plot da história é o fato de serem vilões que não podem ser descobertos, e isso cria uma tensão narrativa em diversos momentos, além de gerar muita diversão.

455ae6c0a6e55ed269d194d235d17e9d
Meus jogadores

Agora se seus jogadores são do tipo que só querem ver caos e destruição, a aventura será basicamente eles contra o mundo. Faça a progressão deles como criminosos, deixe eles se estabelecerem, uma hora ou outra eles provavelmente tentarão tomar uma cidade pra eles. Minha dica é: Os deixe serem livres, crie aventuras focadas na ascensão deles no mundo do crime, se terão aliados ou não, se participarão de uma organização, talvez reino inimigo ou simplesmente serão pessoas que resolveram se rebelar contra o mundo. Eles ainda vão matar dragões, explorar masmorras, salvar vilas (para depois abusar delas), mas tudo pensando no bem deles e não na justiça. Tá, às vezes eles vão ver uma vila pegando fogo, vão rir e continuar andando, mas seu papel como mestre é criar situações que chamem a atenção deles.

Para mestres que são facilmente impressionáveis

ec784f8c98d4e683749413b14afd6bbe
Claramente um jogador mago e seu aliado npc

Vou ser bem sincero com você, se seus jogadores forem como você, vai ser tudo tranquilo, eles vão fazer algumas coisas, mas nunca vão ser realmente malignos. Mas se você não tá acostumado e seus jogadores são um bando de arrombados realmente Evil, se prepare. Numa breve lista irei citar coisas que você provavelmente irá se deparar, então fique preparado para lidar com isso:

  • Personagens jogadores matarão muitos npcs, principalmente os amigáveis
  • Eles buscarão obter itens de formas ilegais, roubando por aí
  • Eles trairão tudo que se move
  • Grandes chances de tentarem matar os outros jogadores para saquear o corpo
  • Eles torturaram sempre que tiverem raiva ou precisarem de informações dos npcs inimigos
  • Por algum motivo eles tem fascinação com mutilação e esquartejamento
  • Grandes chances de fazerem vestimentas e acessórios com os restos mortais de npcs

Enfim, acredito que ao menos eles têm limites. Nunca houve estupro por conta dos jogadores na minha mesa, toda cena de sexo foi consentida ou a base de álcool e dados. Violência física somente entre personagens e necrofilia ou necrofagia somente em momentos extremos. Mantenha algum limite de controle e se divirta!

 

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s